Evento: "Existem pedras nos olhos" de Alice Geirinhas

Portugal Eventos :: Evento em Lisboa - Lisboa

'Existem pedras nos olhos' de Alice Geirinhas

"Existem pedras nos olhos" de Alice Geirinhas :: Exposições

Mais Informações:

info@galeriasmunicipais.pt - Galerias Municipais - Galeria Quadrum, Lisboa

Local: Lisboa - Lisboa

DATA: de QUA 21-02-2024 a DOM 28-04-2024

Com a apresentação de uma selecção de obras datadas de vários períodos – e que se desdobram por vários media (do desenho à pintura, das artes gráficas à ilustração, do vídeo à instalação) – a exposição Existem pedras nos olhos pretende a criação de universos dialógicos que permitam uma reflexão acerca da forma como tem vindo a investigar os assuntos da identidade, da sexualidade, da igualdade de género, da resistência ao histórico, da política inerente ao privado e da poética inerente ao político. A permanente revisão histórica que procura promover nas suas intervenções, e os ambientes de reflexão socio-política que vai convocando, trazem à sua obra uma tensão, colocando o espectador numa posição de inquietação e permanente desconforto. O humor, os jogos de linguagem, as citações encriptadas, as referências infantis e juvenis, os recursos gráficos, a história da arte, a literatura, o cinema e a cultura popular são estratégias a que recorre com frequência para a constituição de um léxico artístico próprio e particularmente idiossincrático.

Mais Eventos em Lisboa

Coin Operated | Jonas + Lander

Coin Operated | Jonas + Lander

Coin Operated surge no percurso artístico de Jonas&Lander no seguimento do convite da BoCA – Biennial of Contemporary Arts. Neste convite, a dupla foi instigada a desenvolver (...)

DOM22SET
Heroica de Beethoven | Orquestra Gulbenkian

Heroica de Beethoven | Orquestra Gulbenkian

A Orquestra Gulbenkian assinala as comemorações dos 50 anos do 25 de abril, dia fundador da democracia portuguesa, num concerto composto por uma obra do compositor português (...)

QUI25ABR
Lobgesang de Mendelssohn

Lobgesang de Mendelssohn

Depois de se ter cruzado com Goethe em 1812, Beethoven quis inspirar-se na obra literária do escritor, pelo qual nutria uma profunda admiração, baseando-se nela para criar (...)